sexta-feira, 21 de janeiro de 2011

Índices de minério de ferro atingem recordes com oferta ajustada

 Importantes índices referenciais de minério de ferro atingiram recordes nesta quinta-feira, com o mercado sendo impulsionado pela oferta ajustada e pelas firmes compras chinesas, que puxaram os preços no spot para o maior nível desde fevereiro de 2008.

O índice Platts para o minério com 62 por cento de ferro ganhou 50 centavos, atingindo 186,50 dólares, um recorde desde que a empresa começou a fornecer preços, em junho de 2008.

Um importante exportador da Índia, o Sesa Goa, vendeu o minério de alta qualidade a 193 dólares por tonelada em uma licitação nesta semana, com os preços no mercado spot se aproximando do recorde 200 dólares, valor visto pela última vez em fevereiro de 2008.

"Estamos muito otimistas de que o mercado atingirá 200 dólares no ritmo que os comprados estão comprando", disse um trader em Xangai.

Os preços estão registrando um rali neste início de ano com as siderúrgicas chinesas recompondo estoques antes do Ano Novo Lunar no próximo mês, após restrições à produção impostas ao final de 2010.

A oferta está sendo vista como apertada, com poucos carregamentos saindo do Brasil devido à temporada chuvosa e também com as exportações da Índia sendo prejudicadas por problemas logísticos e por uma suspensão dos embarques no Estado indiano de Karnataka desde junho.

Importantes mineradoras do mundo, incluindo a Vale, usam o índice Platts para decidir sobre os preços, estabelecidos trimestralmente.

Analistas estão vendo os preços contratuais subindo novamente no segundo trimestre, após uma alta estimada entre 7 e 8 por cento entre janeiro e março.

Outro índice importante, o Steel Index (TSI) subiu 2,70 dólares, para 185,40 dólares por tonelada, base custo e frete entregue na China. Foi o maior valor desde que o TSI começou a publicar os preços de referência diariamente, em dezembro de 2008.